Ensino de qualidade, ainda existe?

Olá,

Gostaria de falar um pouco da experiência acadêmica que tive no primeiro semestre deste ano e da experiência que talvez eu tenha daqui pra frente.

No primeiro semestre deste ano eu tive a oportunidade de ministrar aulas na FATEC SBC onde dei as aulas de Algoritmos, Linguagem de Programação I e Modelagem de Bancos de Dados.

Quem puder ter uma experiência destas, tenha, pois é bem bacana. Quando você pensa que está lá para ensinar algo e só, está enganado. Pra mim é difícil dizer quem mais aprendeu com as aulas, se eu ou os alunos. Na FATEC se encontram pessoas de todos os tipos, com conhecimentos diversos e têm de se saber lidar com estas pessoas.

Bem, eu nunca havia dado aulas. Imagina só você entrando numa sala com uns 40 alunos que ficam te olhando, te medindo e avaliando se você sabe ou não o conteúdo que vai ser dado! É punk! O começo foi meio tenso mas com o tempo foi ficando mais à vontade.

Mas isso tudo faz parte da minha experiência pessoal e o que eu quero levantar mesmo aqui pra discutir é a qualidade do ensino prestado de modo geral. Pude perceber que muitos dos professores já tem muito tempo de experiência no mercado de trabalho e no mundo acadêmico (leia-se velhos mesmos… rsrs). A grande maioria tem seus valores quase que como valores absolutos, ou seja, têm dificuldade de aceitar a opinião dos mais jovens.

Outro problema que percebi foi que muitos deles só vivem de dar aula. Não que seja ruim mas o problema acontece quando se fala de dinheiro. Dão aula pra sobreviver e não porque gostam (somente) ou pra tirar um extra que não lhe faça falta se não ganhar. Alguns professores vinham para as aulas extremamente insatisfeitos com seus salários, ou porque deixaram de receber horas de TCC ou qualquer coisa do tipo. Quem pagava o pato eram os alunos.

Vi muitos professores comentando na sala dos professores que o aluno ‘ciclano’ era burro porque não sabia sua matéria, ou que o aluno ‘fulano’ ia ficar de novo na matéria dele, de DP, e que ele, professor, ia ter que aguentar aquele aluno novamente na turma.

Na boa, professor que fala isso tem mais é que ganhar uma miséria mesmo! O cara não tá nem aí em mudar o seu método de ensino. Eles não conseguiam se comunicar na “mesma língua” que os alunos… Eu não sei se fui um bom professor ou não mas o que sempre tentei foi falar na mesma língua que os alunos, literalmente. Falava “mano” mesmo, “é nóis”, e por aí vai … mas sempre mantia o rumo da aula naquilo que eu tinha em mente ensinar.

Atualmente estou participando de um processo seletivo numa renomada escola de informática de São Paulo, na Av. Paulista, e vejo que mudou pouco do que vi na Fatec. A instrutora do curso se esforça para dar uma boa aula mas demonstra facilmente que não possui domínio do assunto falado, que dá a aula pra tirar uma grana porque precisa, tem de fazer pra sobreviver…

Daí deixo a pergunta: Ainda existe ensino de qualidade aqui no Brasil? Mas não venham me dizer que pra quem tem dinheiro isso existe. Estou falando da maioria, que de repente até consegue pagar uma faculdade mas tem de ralar pra conseguir terminar, virando as madrugadas estudando e tendo que ir trabalhar no outro dia com um Put@$%#$ sono… Será que ainda há chance de fazer uma boa faculdade ou curso por aí por um preço justo mas que justifique o conhecimento adquirido?

Fica a mensagem.

Abraços,

Erickson Ricci

Uma resposta para “Ensino de qualidade, ainda existe?

  1. …não somente o ensino, mas tbm segurança de qualidade, politicos de qualidade, médicos de qualidade,….e por aí vai.
    Na minha opinião,isso reflete a situação dos trabalhadores em geral no Brasil, e isso inclui os
    professores ( que profundo isso!…rs).
    Pra mim, qualidade no ensino não somente diz respeito à maneira como os professores dão aulas, mas entre outros fatores , tbm ao comportamento dos alunos que estão ingressando nas nossas faculdades e universidades.
    Fora o que se vê nos noticiários, já presenciei fatos, que me fizeram questionar: “Isso é um comportamento de um aluno q faz faculdade ou de um animal que está no zoo?” (sem querer ofender os animais, é claro.)
    Quanto a sua pergunta, minha resposta é: eu ainda acredito.

    Um abraço

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s